Como Criar um RPG para PC e Mobile: Parte 2 – Pré-Produção - Seção Dois


Introdução:


Como Criar um RPG para PC e Mobile é uma série de tutoriais que explica os passos do desenvolvimento do game O Olho do Dragão para ajudar quem está iniciando no desenvolvimento de games ou deseja saber mais sobre a produção deste game. O Olho do Dragão está em produção com o lançamento previsto para Outubro de 2017.


Parte 2: Pré-Produção – Seção Dois


Quando eu me interessei pela primeira vez pelo desenvolvimento de um game, em 1997, descobri que eram necessárias três habilidades para se fazer um game. Elas são: a habilidade de programação, a habilidade de desenhar e a habilidade de projetar o jogo, esta última que na época eu acreditava ser somente a habilidade de escrever a história do game.


Após anos tentando obter estas três habilidades essenciais para a produção de um game, eu descobri que outras habilidades ainda eram necessárias, tais como projetar o áudio, projetar níveis, balanceamento, fluxo, entre muitas outras. Além das especificações das três habilidades principais como programação em C++, C# e Java, ou desenhar no papel, numa tela ou no computador, modelagem 3D, efeitos visuais, sistema de partículas entre outras.


Como você deve ter notado, desenvolver um único game não é uma tarefa simples e muito menos fácil de se fazer, e se você meditar sobre o assunto tanto quanto eu meditei, em algum momento você fará a seguinte pergunta: é possível uma pessoa sozinha produzir um game? E a resposta é sim, é possível.


Na década de 1990 quando eu comecei e até mesmo antes, as habilidades necessárias eram muitas e quem fosse encarar o desenvolvimento de um game deveria dominar grande parte delas para ter sucesso. Sorte de vocês, jovens de hoje, que a minha geração decidiu que facilitar a vida era a melhor aposta para o futuro e os motores de jogo foram criados para isso.


Um motor de jogo (do inglês game engine) é um software composto por diversas ferramentas prontas, ou semiprontas, para facilitar e agilizar a produção de um game. Pense no motor de jogo como uma caixa de ferramentas e que cada ferramenta dentro possui o seu propósito específico e que o conjunto todo tem o objetivo de tornar o processo de produção mais rápido.


Alguns motores possuem maior liberdade de criação, outros menos, alguns possuem maior facilidade de uso de suas ferramentas, alguns possuem mais ferramentas de arte, outros de programação, e alguns simplesmente te dão um game pronto para você apenas modificar o que desejar e chamar de seu. Motores de jogo são a salvação dos desenvolvedores, honestamente não há motivo para não usá-los, a questão é encontrar o motor certo para o seu game.


Qual Motor de Jogo Escolher?


Esta é provavelmente a pergunta mais importante que um desenvolvedor pode fazer antes de iniciar a produção de seu game, qual motor de jogo devo usar? Você pode pensar em usar Unreal por que grandes games a usam, ou então Unity por causa de sua comunidade e história, talvez você pense que será melhor construir o seu próprio motor de jogo.


Eu fortemente aconselho você começar sua análise para responder essa pergunta de uma maneira completamente diferente, para escolher o melhor motor de jogo o melhor a se fazer é não pensar no motor de jogo. Isso mesmo, ignore o motor por enquanto e pense em como você quer que o seu game seja e o que é necessário para conseguir isso.


Depois que você estiver com todas, ou grande parte, das necessidades do seu game definidas, então é o momento de você pensar no motor de jogo. E nesse momento a pergunta até muda, ao invés de: “qual motor de jogo devo usar” você pergunta: “Qual motor de jogo vai facilitar o desenvolvimento do meu game?”


Durante a fase de pré-produção do game O Olho do Dragão, eu me fiz essa pergunta diversas vezes, pesquisei e testei diversos motores e no fim escolhi usar o RPG Maker MV. Meu raciocínio foi, se eu vou fazer um RPG então um motor de jogo de RPG é a melhor escolha e se eu vou desenvolver 90% do trabalho sozinho, não posso perder tempo programando cada detalhe da evolução dos personagens, preciso me concentrar no desenvolvimento da narrativa.


Eu ouvi e li muitas críticas sobre o uso comercial de games feitos no RPG Maker e percebi que há muito preconceito com esta série de motores, veja bem a série de motores existe há muito tempo e está em constante aprimoramento. A última versão para PC, o MV, é baseado em HTML5 que é a “tecnologia da moda” do momento e recentemente o Steam passou a vender games criados com a série RPG Maker em sua loja.


Com todas essas características favoráveis, por quê eu não o usaria? Porque alguém disse que ele “não é uma ferramenta profissional”? Mas ferramenta alguma é profissional, e todas são profissionais (deu nó na cabeça essa sentença? Espero que não…) o que importa é quem usa a ferramenta e como a utiliza. Se há diversas empresas que utilizam o Microsoft Excel como ferramenta de gestão e estão operando, porque eu não utilizaria um motor de jogo que atende todas as minhas necessidades?


Os motores de jogo podem realmente facilitar e acelerar o processo de desenvolvimento de um game, então se você encontrou o motor certo para as características de seu game, use-o. E ponto.


Este post foi a parte final da pré-produção, você pode encontrar o outro post aqui.


#CriarGame #Tutorial #Mobile #PC #Tutorialparagames #RPG #PesquisaeTreinamento #PréProdução #MotordeJogo #GameEngine

© Constellações - O Olho do Dragão