© Constellações - O Olho do Dragão

Como Criar um RPG para PC e Mobile: Parte 2 – Pré-Produção - Seção Um

March 12, 2017

 

 

Introdução:

 

Como Criar um RPG para PC e Mobile é uma série de tutoriais que explica os passos do desenvolvimento do game O Olho do Dragão para ajudar quem está iniciando no desenvolvimento de games ou deseja saber mais sobre a produção deste game. O Olho do Dragão está em produção com o lançamento previsto para Outubro de 2017.

 

Parte 2: Pré-Produção – Seção Um

 

Antes de efetivamente colocar a mão na massa e começar a criar cenários, personagens e milhares de linhas de código, é importante executar a fase de pré-produção. Esta etapa é melhor aproveitada se você realizou um processo de pesquisa antes, veja nosso outro post sobre Pesquisa e Treinamento para ficar por dentro dessa outra etapa do desenvolvimento.

 

O principal objetivo da fase de pré-produção é definir o conceito do game e estabelecer quais os principais recursos que farão parte do game, coisas como quantidade de personagens jogáveis, de NPCs, de cenários, a qualidade desejada para todos eles. Para um bom aproveitamento desta fase eu recomendo começar pelo Brainstorm.

 

Fazer um brainstorm nada mais é do que provocar uma tempestade de ideias, não importa se são boas ou ruins, se são minimalistas ou ambiciosas, se temos conhecimento ou não para colocá-las em prática. O importante é ter disponível uma quantidade muito alta de ideias, pois mesmo sabendo que não colocaremos todas em prática, elas servirão como base para o surgimento de ideias que realmente serão implementadas ou mesmo ideias para outros games.

 

Durante a fase de pré-produção do game O Olho do Dragão, eu criei uma lista com oito páginas de ideias para todos os recursos que consegui imaginar para o game, dentre eles haviam recursos para jogabilidade, motor de jogo, gráficos, entre outros. Dentre os recursos de jogabilidade, dois se destacaram e ganharam seu espaço na lista dos que seriam efetivamente implementados.

 

Em primeiro lugar tomei a decisão de não usar os termos convencionais para o uso de magia, isto quer dizer, não usar “mana” nem “MP – Magic Points”. Eu queria algo único para o meu game, então decidi que meus personagens teriam Qi. Outro ponto decidido foi não ter itens de recuperação de Qi (até porque seria muito estranho um “pote de Qi” cair após derrotar um inimigo) e isso levou ao recurso de recuperação de Qi através de ações específicas realizadas dentro do game, como dormir para repor suas energias.

 

Outra característica foi a de passar conhecimentos sobre a disciplina de Química durante o ato de jogar, isto é uma cruzada pessoal, a de criar games com conteúdo benéfico para a humanidade. Esta cruzada teve início durante o meu Mestrado pela PUC-SP, período que me fez perceber a possibilidade de se criar games onde é possível Jogar para Pensar, games para contribuir com a evolução dos seres humanos.

 

Se tiver interesse, minha dissertação de Mestrado pode ser encontrada aqui.

 

O Conceito do Game:

 

Não existe um padrão cem por cento correto para se seguir quando se está criando a documentação para um game, por minha experiência posso dizer que cada estúdio ou empresa do ramo tem a sua própria versão para cada documento. Minha dica para a criação do documento de conceito do game é que ele tenha pelo menos as seguinte informações: Nome do Game; Plataformas em que se poderá jogar; Gênero; Temas principais do game; Motor de jogo a ser utilizado; E uma descrição sobre os recursos gráficos.

 

Escolher o nome do seu game parece uma tarefa simples, mas não é. Escolher o nome certo é muito importante, deve-se levar em consideração o enredo do game, a mensagem que se quer passar através do título do game e até mesmo como será a campanha de marketing futura com determinado nome.

 

Quando pensar sobre para quais plataformas for lançar o seu game, pense bem, pense primeiro se realmente consegue desenvolver para elas e depois pense se vale a pena. Será que há público para o seu game entre os jogadores que possuem determinada plataforma?

 

Quando se está trabalhando em equipe ou se pretende apresentar o conceito do game a um possível investidor, e até mesmo para praticar a própria compreensão, é importante descrever as características do gênero escolhido, isto pode servir inclusive para separar quais características de determinado gênero realmente serão implementadas. E novamente cruze informações e faça a pergunta, quais as chances desse gênero ter sucesso nas plataformas escolhidas para o lançamento?

 

Para os temas é importante ter uma breve descrição de cada um com algumas palavras-chave e relacionando com o worldbuilding, que é o ato de se construir o mundo imaginário que faz sentido para quem joga. Afinal não fará muito sentido construir um cenário futurístico, com diversos elementos eletromecânicos se o tema do game for “guerra medieval”, a não ser que o seu enredo consiga explicar essa mistura ao seu jogador.

 

Eu vou escrever um post dedicado aos motores de jogo, mas para o documento de conceito de game o importante é indicar se vai usar um e qual é. Justificar essa escolha pode ser a diferença entre conseguir ou não um investimento para levar o projeto à frente, pois existem motores que são discriminados e outros que são considerados complexos demais para o tamanho da sua equipe de desenvolvimento.

 

Você sendo um artista ou não, a definição dos recursos gráficos é importante para determinar a base do trabalho de criação de toda a arte, mesmo que você mesmo vá desenhar, modelar e animar tudo. Responda as perguntas: Os gráficos serão 2D? 3D? Terão elementos de ambos? Terão estilo Cartoon? Realista? Pintura?

 

Para finalizar esta seção, pense no prazo. Quanto tempo levará para terminar este game? Se você está tentando vender a ideia ainda no papel, esta informação é extremamente importante para seus potenciais investidores. E mesmo se você não está em busca de investimentos, datas de concursos como o SBGames e o BIG Festival podem servir de auxílio para determinar o prazo.

 

---

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/olhodragao/

Se inscreva no nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCkCdQICmz7pqLwHw2HcdgLA

Siga o nosso Twitter: @Olho_Dragao

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload